0

"Como envelheci", brinca Lima Duarte em homenagem por 30 anos de filme

14 ago 2013
01h11
atualizado às 08h11
  • separator
  • comentários

"Como eu envelheci, não?", brincou com escancarado senso de humor Lima Duarte, 84 anos, ao receber a homenagem pelos 30 anos do longa Sargento Getúlio, consagrado em 1983 no Festival de Gramado. A honraria foi concedida ao ator e ao diretor do filme, Hermano Penna, na noite desta terça-feira (13), na 41ª edição do evento, realizado na serra gaúcha. 

"Foi um momento muito bom ter feito este filme. Investi tanto trabalho nele, foi muito bonito", disse Duarte, sorridente, com o troféu em mãos, entregue pelo prefeito de Gramado, Nestor Tissot. "Não sei se foi minha interpretação totalmente perfeita, mas ela foi visceralmente apaixonada. Amei cada fotograma desse filme", concluiu. 

Minutos antes, no VT de apresentação da homenagem, ele classificou seu trabalho no longa como provavelmente o melhor de sua carreira do ponto de vista de atuação.

Baseado no romance homônimo de João Ubaldo Ribeiro, publicado originalmente em 1971, o filme conta a história de um sargento do sertão sergipano que recebe a missão de prender um importante adversário antes de se aposentar. A obra se passa no período conhecido como Estado Novo, entre 1937 e 1945, quando o Brasil era governado por Getúlio Vargas.

Apesar de ter sido concluído em 1978, no auge da carreira de Duarte, Sargento Getúlio levou cinco anos para ser finalmente lançado. Segundo o diretor da produção, de baixíssimo orçamento e rodada originalmente em 16 mm, o motivo para a demora foi um veto da Embrafilme (finada empresa estatal de produção e distribuição cinematográfica), segundo a qual o longa "não merecia sequer a impressão de cartazes em branco e preto".

"Foi aqui (em Gramado) que este filme começou há exatamente 30 anos. Foi aqui que comecei minha carreira cinematográfica. Lembro que, quando ganhei o Kikito (troféu do festival), me joguei deste palco. Faria isso hoje de novo, não fossem os ossos, a idade, porque a felicidade é a mesma", discursou Penna.

Sargento Getúlio fez um grande sucesso na época de seu lançamento e até hoje é considerado referência no cinema nacional. Em Gramado, conquistou cinco prêmios Kikito em 1983, entre eles Melhor Ator (Lima Duarte), Melhor Filme e Prêmio da Crítica.

Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade