0

Imprensa internacional acusa Tarantino de nepotismo

12 set 2010
11h25

O cineasta Quentin Tarantino, presidente do júri do mais recente Festival de Veneza, está sendo acusado pela imprensa internacional de favorecer amigos na premiação do evento este ano. A lembrar que, neste sábado (11), Sofia Coppola, ex-namorada de Tarantino, levou o Leão de Ouro pelo filme Somewhere, e Monte Hellman, mentor de Tarantino, ganhou um prêmio especial pela carreira.

Somewhere, filme que levou o prêmio maior de Veneza este ano, não recebeu boa cotação da crítica que compareceu ao festival e foi avaliado como mediano.

O jornal italiano Corriere della Sera, nas palavras do crítico Paolo Mereghetti, disse que "Tarantino corre o risco de ser exibir o mais óbvio conflito de interesses, já que tanto o filme de Sofia Coppola quanto o de Monte Hellman pareciam charmosos e intrigantes, mas nada além disso".

A imprensa inglesa também não entendeu a premiação ao filme da jovem Coppola. O jornal inglês Guardian, disse que se Encontros e Desencontros (filme mais aclamado de Sofia) era o single de sua carreira, Somewhere é um "lado B". O The London Evening Standard foi mais longe e disse que falta drama ao filme e ele não merecia o Leão de Ouro.

Depois da cerimônia, questionado sobre esse possível favorecimento, Tarantino se defendeu: "Não iria deixar algo assim me afetar. Não guiei nada em direção alguma".

Sofia Coppola recebe prêmio das mãos de Tarantino, na noite de premiação em Veneza
Sofia Coppola recebe prêmio das mãos de Tarantino, na noite de premiação em Veneza
Foto: Reuters
Fonte: Terra
publicidade