PUBLICIDADE

Toda criança vai querer um boneco do novo Robocop, diz produtor

20 nov 2012 22h43
| atualizado às 22h44
Publicidade

Em 1987, quando foi originalmente lançado nos cinemas, Robocop obteve uma das maiores bilheterias do ano. Depois disso, o longa rendeu duas sequências, brinquedos, jogos de video-game, histórias em quadrinhos, entre outros produtos. Agora, 25 anos depois, o diretor José Padilha trabalha com um elenco estrelado, que inclui Samuel L. Jackson, Gary Oldman e Michael Keaton, na volta do herói aos filmes, a ser lançada em 2014. Em vídeo de divulgação, o cineasta e os produtores do longa falaram sobre as novidades do policial futurístico, que inclui uma armadura totalmente renovada.

Descubra o Sundaytv e tenha acesso ao melhor do cinema e da TV

"Todas as crianças do mundo vão querer um boneco do novo Robocop. Ele é muito, muito legal", disse o designer de produção do longa, Martin Whist, citando a saída da clássica armadura metálica do herói, substituída por uma armadura completamente preta, muito parecida com a usada por Christian Bale em O Cavaleiro das Trevas - com a exceção de não ter capa, "orelhas de morcego" na máscara ou buracos para os olhos (o visor futurista tradicional de Robocop permanece lá, só que com uma coloração vermelha brilhante).

No vídeo, Padilha, que ficou famoso após o sucesso de Tropa de Elite e Tropa de Elite 2, fala sobre como o sistema capitalista interfere diretamente na vida do protagonista, um policial que morre em serviço e é trazido de volta à vida por uma corporação, interessada em criar homens/máquina para vender às polícias do mundo inteiro. "Robocop é um produto. Então os cientistas tentam encontrar o design ideal para que ele possa ser vendido. Esse (o protagonista) não é um cara que inventou uma roupa para vestir e ir às ruas combater o crime. Esse é um cara que virou robô contra sua própria vontade", explicou.

Para o papel do "homem-máquina", foi escalado Joel Kinnaman, da série de TV The Killing. "Eu não serei um adulto no set, serei uma criancinha correndo para lá e para cá com todas essas armas e bugigangas. Foi por isso que virei ator", diverte-se o ator, natural da Suécia. "Meus filmes favoritos são os blockbusters com conteúdo. E sei que essa é exatamente a mesma visão de José (Padilha) para esta produção."

O ator sueco Joel Kinnaman sendo comandado pelo diretor José Padilha no set de filmagens
O ator sueco Joel Kinnaman sendo comandado pelo diretor José Padilha no set de filmagens
Foto: Reprodução
Fonte: Terra
Publicidade