0

Alien: Covenant - "É uma grande honra poder fazer parte deste legado de heroínas fortes", diz Katherine Waterston (Entrevista exclusiva)

Atriz é a sucessora de Sigourney Weaver e Noomi Rapace na franquia.

12 mar 2017
08h22
  • separator
  • comentários
"Faz três meses que não tomava café e acabei de tomar uma xícara. Estou me sentindo muito pilhada!"

Foi desta forma, saindo diretamente da gravação de uma cena onde precisava fugir de um Alien no teto de uma espaçonave, que  Katherine Waterston veio conversar com o

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

AdoroCinema

, em nossa visita ao set de filmagens. Sob intensa vigilância, é bom frisar, já que sua personagem guarda alguns dos principais segredos de Alien: Covenant. Tudo o que ela dizia era acompanhado atentamente pela assessoria de imprensa, que rapidamente a interrompia quando algo indevido poderia ser dito (ou deduzido).



O grande motivo de tamanho cuidado é o rumor de que a personagem de Waterston tenha alguma relação direta com a tenente Ripley, eternizada por Sigourney Weaver. Será ela sua mãe? Não sabemos. A pergunta até foi feita, mas impedida de ser respondida.

"Ainda estou tentando descobrir como falar sobre o filme sem revelar algo ou sem arruinar as coisas para o público"

, comenta.




Sigourney Weaver como a tenente Ellen Ripley: filha de Daniels?

Confira abaixo os principais destaques da conversa que tivemos com Katharine Waterston, onde falou (um pouco) sobre sua personagem, as cenas de ação e o quão aterrorizante foi contracenar com o Alien no set de filmagens.




QUEM É DANIELS?

Casada com o capitão da nave Covenant, interpretado por James Franco, Daniels ocupa um dos cargos de maior importância na tripulação. É ela a responsável por conduzir a terraformação em planetas bem distantes da Terra, como a atriz explica:

"Ela é a responsável por fazer com que as sementes e plantas possam crescer no novo planeta. Comida é a preocupação principal, é claro. Ela carrega essas estufas enormes e bonitas, que parecem enfeites de Natal gigantes e que carregam as plantas. O objetivo dela é fazer com que o planeta se torne habitável."

Em

Alien: Covenant

, Katherine Waterston dá continuidade ao histórico de mulheres fortes e decididas na franquia, que já contou com Sigourney Weaver e  Noomi Rapace (que também está neste filme, em pequena participação).

"É uma grande honra poder fazer parte desse legado"

, comentou.

"Daniels tem bom senso, é inteligente, é a heroína relutante clássica. No início do filme, não acho que ela se descreveria como uma pessoa corajosa ou algo assim. Nós sempre nos perguntamos como responderíamos em uma determinada crise e acontece que a resposta dela é muito boa, mas eu não acho que ela tenha consciência disso no início do filme."


CONTRACENANDO COM UM ROBÔ

Como sua personagem se torna viúva logo no início de

Alien: Covenant

, Katherine contracenou bastante com Michael Fassbender, que interpreta o robô Walter. Algo que foi um tanto quanto estranho.



"É interessante e estranho contracenar com um robô. Nunca tinha feito isso antes. Como eles são muito próximos um do outro, tenho que encontrar uma maneira de retratar essa conexão mesmo sem receber as respostas normais que você espera receber de um amigo próximo. Se você sorrir para um amigo, ele provavelmente vai sorrir de volta; são as interações humanas básicas e o personagem do Michael não faz isso. Como Daniels, ainda assim, confia nele, gosta dele e se preocupa com ele, esta dinâmica foi algo muito incomum e surpreendente para explorar como atriz."


Michael Fassbender como Walter, um dos robôs que interpreta em "Alien: Covenant"

ENCARANDO O ALIEN

Como Ridley Scott optou por  usar ao máximo as criaturas durante as filmagens, isto fez com que em vários momentos os atores tivessem que contracenar com pessoas fantasiadas ou a imensa (e aterrorizante) cabeça do Alien. Segundo Katherine Waterston, tal decisão fez uma diferença imensa durante as filmagens.



"É bizarro porque às vezes tudo o que a produção usa é a cabeça do Alien, principalmente se estamos em um lugar pequeno. É alguém que está ali segurando a cabeça em um bastão, mas o visual dessas criaturas é assustador - e isso é um produto do apurado senso estético de Ridley. É incrível poder contracenar de fato com a criatura, mesmo que seja só uma pessoa segurando a cabeça, ao invés de olhar para alguma referência falsa, como uma bola de tênis, para fazer a cena."

A atriz também contou que passou por maus bocados devido à presença intimidadora do Alien: "

Dois momentos foram muito assustadores, quando os dublês já estavam vestidos com a roupa toda. Em um deles, um plano geral em que o Alien aparece, fiquei com muito medo porque nada me fazia lembrar que estava em um filme. Era um plano muito aberto e não via nenhuma câmera, nenhum objeto do cenário ou pessoa da equipe por perto. E aí uma porta se abre e o Alien aparece. Estava muito distante, um pouco fora de foco, mas me senti muito vulnerável naquele momento. Foi uma experiência incrível! E o que é mais incrível ainda é que Ridley realmente deseja que nós tenhamos essa experiência. É claro que no próximo close nossa reação não será idêntica, mas nós sabemos como temos que reagir porque nos lembramos exatamente como nos sentimos há algumas horas atrás."

"Na outra ocasião, um dos Aliens me persegue. Eu vestia um traje muito desconfortável, não tinha espaço para fugir. Eles poderiam simplesmente dizer para que eu corresse e olhasse por cima do ombro sem referência alguma, mas o Alien realmente estava atrás de mim. É claro que nós somos contratados pelo nosso poder de imaginação e tudo o mais, mas mesmo assim é muito melhor e mais prazeroso quando a cena é feita de maneira mais realista."


Quem não teria medo de um bicho destes no seu encalço?

CENAS DE AÇÃO

Katherine revelou que as cenas de ação de

Alien: Covenant

foram rodadas em sequência, o que facilitou bastante seu trabalho durante as filmagens.

"Se você acabou de fazer uma grande sequência de ação, muito violenta e muito assustadora, a cena seguinte ficará muito melhor por causa da experiência da cena anterior. Tento fazer todas as cenas que posso porque é muito divertido, mas a produção não quer que eu me machuque, então às vezes a minha dublê me substitui. Mas eu faço boa parte das minhas cenas de ação."

Numa delas, inclusive, a atriz teve que ficar pendurada de cabeça para baixo durante um longo período, o que lhe trouxe consequências.

"Meu rosto ficou inchado! Achei que era uma alergia à maquiagem, mas a moça da maquiagem disse que era porque tinha ficado pendurada de cabeça para baixo por muito tempo. Fiquei com pontos vermelhos no meu rosto."



TRABALHANDO COM RIDLEY SCOTT

"Ele é incrível! Ridley tem a energia de alguém de 25 anos, é insano. Todos queremos saber o que ele come e bebe para ter essa energia imensa"

, comenta a atriz, que não tinha trabalhado com Ridley Scott antes de

Alien: Covenant

.



"Acho que isso vem do entusiasmo dele pelo projeto, pelo que faz. Acredito que fazer o que você ama te mantém jovem e ele é a pessoa mais empolgada no set todo dia. Ele tem uma visão incrível, é muito criativo, é um pintor, um artista genuíno. Quando ele nos explica uma cena, faz um belo desenho ao mesmo tempo para nos guiar. Mesmo se você só precisar virar à esquerda, ele desenhará isso. Tudo é visual. Ele sabe exatamente o que quer, mas não é um ditador, nos deixa interpretar o material. Ele constrói um espaço para brincarmos com o roteiro e espera que nós cheguemos para trabalhar preparados para improvisar, para criar. É o sonho de todo ator."

Com lançamento nos cinemas brasileiros agendado para 11 de maio,

Alien: Covenant

conta ainda com Billy Crudup,  Demian Bichir e  Danny McBride no elenco.



O AdoroCinema viajou a Sydney a convite da Fox Filmes do Brasil.

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade