3 eventos ao vivo

Danny McBride avisa: "Alien: Covenant é um filme de terror puro!" (Entrevista exclusiva)

Novo episódio da franquia Alien chegará aos cinemas brasileiros em 11 de maio.

18 mar 2017
09h22
  • separator
  • comentários

A escalação de  Danny McBride no elenco de  Alien: Covenant logo despertou a sensação de que seria o alívio cômico no novo filme da franquia. Afinal de contas, ele ficou conhecido do grande público por comédias amalucadas do porte de  Segurando as Pontas e É o Fim. Não é bem assim, segundo o ator...

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

"Quando fui escalado, todos me disseram que eu seria o alívio cômico, mas não há nenhuma comédia neste filme. As pessoas são simplesmente assassinadas."

Bastante empolgado com o longa-metragem, McBride conversou com o

AdoroCinema

em pleno set de filmagens, logo após rodar uma cena em que pilotava uma espaçonave que tentava fugir do terrível Alien (você pode conferir um trecho dela no segundo trailer lançado). Confira logo abaixo os principais momentos da nossa conversa com o ator!




CLAUSTROFOBIA

Imagine uma pessoa claustrofóbica tendo que utilizar os sempre apertados trajes espaciais. Agora imagine alguém que não sabia ser claustrofóbico descobrindo tal sensação justamente durante as filmagens de uma ficção científica situada no espaço sideral. Este é o caso de Danny McBride.



"Não sabia que era claustrofóbico até fazer esse filme. Quando você veste o traje, eles fecham a porta da nave e a sua respiração está ali, deixando o seu corpo. Percebi que nunca sobreviviria no espaço, nem consigo colocar o capacete sem ter um mini ataque de pânico."


A tripulação da nave Covenant

QUEM É TENNESSEE?

Em

Alien: Covenant

, Danny McBride interpreta um dos pilotos da nave, função que divide com sua esposa.

"Todos que estão dentro da nave colonizadora têm um parceiro e o meu personagem e a esposa dele são os pilotos da Covenant. Esse é o nosso trabalho. Nós estamos cercados por esses cientistas, médicos, neurocirurgiões e eu e minha esposa, intepretada por Amy Seimetz, somos mais do sal da terra, eu diria."

"Uma das coisas que adoro em meu personagem e em todos os outros personagens é o conceito de estarmos em uma nave colonizadora onde todos estão com seus parceiros. Então, eles não estão preocupados só com as próprias sobrevivências, mas também com o bem estar de um outro alguém. É um conceito muito interessante para um filme de terror"

, explica.

"Gosto do fato que o meu personagem não é um cientista ou algo do gênero. O trabalho dele é simplesmente pilotar a nave quando as coisas começam a dar errado. É um ótimo personagem, que está em uma situação muito louca. Nunca fiz nada parecido com isso. Tudo é praticamente inédito para mim."

Além da função narrativa, o ator revelou que seu personagem tem uma sutil função simbólica:

"Quando assinei para fazer parte do filme e me encontrei com Ridley Scott, ele disse que o meu personagem era uma homenagem ao personagem de Slim Pickens em Dr. Fantástico. Adorei o personagem e, então, comecei a prestar atenção nos pilotos dos filmes para ver como eles agiam ao pilotar."


CONEXÃO COM A FRANQUIA

"Gosto muito de como Alien: Covenant continua o que foi iniciado em Prometheus, como usa a mitologia estabelecida naquele filme de uma maneira muito inteligente"

, contou o ator.

"Também acho que este filme se conecta muito bem aos filmes originais. É um filme de terror puro! O horror começa já no início e não para mais. Há um sentimento de pavor e de desespero durante o filme todo, que me lembrou muito o primeiro filme. É bem legal como este filme é estruturado."

Questionando sobre uma certa decepção provocada por

Prometheus

, o ator se antecipou:

"Adoro Prometheus , acho que o filme é incrível, mas sei que dividiu o público. As pessoas que não gostaram de Prometheus vão encontrar o que procuravam neste filme, que é basicamente sobre a sobrevivência e sobre o horror."



ENCARANDO O ALIEN

"Eu já encontrei algumas criaturas neste filme"

, disse Danny McBride, imediatamente abrindo um largo sorriso.

"A primeira coisa que fiz quando cheguei foi ir direto ao departamento onde criam os monstros do filme e o que esses caras fazem lá é insano! Parece ser o melhor trabalho do mundo! Criar esses monstros e fazer todas aquelas próteses para o elenco é algo incrível!"

"Outra coisa interessante sobre este projeto é que Ridley não gosta muito de trabalhar com muitos efeitos digitais ou com chroma key. Então, na grande maioria das cenas, nós realmente estamos lá enfrentando essas criaturas. Se estamos na nave, realmente estamos na nave. Não atuamos com uma tela verde, apenas fingindo. Ridley faz tudo parecer muito real e acho que isso ajuda as nossas performances. Como um fã de cinema, você pode dizer que este é um filme do Alien no momento em que você pisa no set e vê o design da produção. Quando você caminha pelos corredores da nave, é tudo muito familiar. É incrível!"


TRABALHANDO COM RIDLEY SCOTT

Um dos grandes atrativos para participar de

Alien: Covenant

foi, sem sombra de dúvidas, ver de perto como Ridley Scott trabalha como diretor.

"Adoro trabalhar com ele. Tem um senso de humor muito louco e filma muito rápido, às vezes trabalha com quatro câmeras ao mesmo tempo!"

, explica o ator.



"Ridley pensa muito sobre a geometria das cenas, sobre o posicionamento dos atores. É quase como se estivéssemos fazendo TV ao vivo. Quando cheguei aqui, a filmagem já tinha começado há duas semanas e todos estavam impressionados com o fato de que ele só faz dois ou três takes para cada plano, como filma muito rápido. Isso cria uma energia muito incrível no set, porque todos sabem que precisam dar o máximo desde o início ao invés de sentar e esperar vinte takes para acertar."

Com Katherine Waterston, Michael Fassbender, Billy Crudup,  Demian Bichir e  James Franco no elenco,

Alien: Covenant

chegará aos cinemas brasileiros em 11 de maio.



O AdoroCinema viajou a Sydney a convite da Fox Filmes do Brasil.


compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade