3 eventos ao vivo

Festival de Cannes 2017: Curta brasileiro é selecionado para a mostra estudantil

Vazio do Lado de Fora aborda a resistência contra as remoções da Vila Autódromo, no Rio de Janeiro.

12 abr 2017
13h14
  • separator
  • comentários

Vazio do Lado de Fora, curta de Eduardo Brandão Pinto, foi selecionado para a mostra Cinéfondation do Festival de Cannes 2017. Dedicada a produções de universitários, a seção teve 2600 inscrições e revelou hoje os 16 títulos escolhidos pelos curadores, entre eles o brasileiro, feito por Eduardo enquanto aluno da Universidade Federal Fluminense (UFF).

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

Em 22 minutos de duração, a obra filmada em junho de 2016 retrata o grupo de moradores que resistiu ao processo de remoção da Vila Autódromo, comunidade de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, quase completamente destruída por ser vizinha ao Parque Olímpico.

Vazio do Lado de Fora vai disputar um dos três prêmios da mostra com produções da Argentina, Israel, Irã, Bélgica, França, Hungria, Estados Unidos, Índia, Japão, Taiwan, Eslováquia, Reino Unido e Bósnia e Herzegovina. Cheio de prêmios em Cannes, o cineasta romeno Cristian Mungiu (4 Meses, 3 Semanas e 2 Dias, Além das Montanhas) é o presidente do júri que escolherá os melhores da Cinéfondation e também o vencedor da seleção oficial de curtas, também anunciada nessa manhã. Nove filmes feitos na Finlândia, França, Reino Unido, Dinamarca, Grécia, Irã, EUA, Polônia, China, Colômbia e Suécia vão disputar a Palma de Ouro dos curtas.

Os vencedores da Cinéfondation serão conhecidos dia 26 de maio. Amanhã serão anunciados os longas da competição oficial do 70º Festival de Cannes, que acontecerá entre os dias 17 e 28 de maio. Redoutable, de Michel Hazanavicius e sobre Godard, é o mais cotado para ser o filme de abertura do evento, que terá Pedro Almodóvar como presidente do júri.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade