3 eventos ao vivo

Oscar 2017: Warren Beatty e Faye Dunaway vão se reunir para celebrar 50 anos de Bonnie & Clyde

Atores devem apresentar o prêmio de melhor filme na cerimônia deste ano.

16 fev 2017
18h45
atualizado às 19h04
  • separator
  • comentários

Duas lendas vivas de Hollywood podem se reencontrar no palco do Dolby Theatre, em Los Angeles. Warren Beatty e Faye Dunaway concordaram em se reunir para apresentar o prêmio de melhor filme no Oscar 2017, de acordo com fontes do site THR

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

O encontro celebrará os 50 anos de lançamento do clássico Bonnie e Clyde - Uma Rajada de Balas, vencedor do Oscar de melhor fotografia e melhor atriz coadjuvante (Estelle Parsons). O longa dirigido por Arthur Penn também foi indicado aos prêmios de melhor filme, melhor ator (Beatty), melhor atriz (Dunaway), melhor ator coadjuvante (Gene Hackman e Michael J. Pollard), melhor diretor, melhor roteiro original e melhor figurino.

Segundo a reportagem do site The Hollywood Reporter, os produtores da festa do Oscar, Michael DeLuca e Jennifer Todd, se encontraram pessoalmente com Beatty, atualmente com 79 anos de idade, e com Dunaway, com 76, para negociar a participação de ambos no evento. Por ser baseado nos depoimentos de fontes ligadas à organização do Academy Awards (a Academia não quis se pronunciar oficialmente sobre o assunto), a matéria do THR pondera que "os planos podem mudar, é claro, mas fontes dizem que o roteiro da cerimônia do Oscar está sendo finalizado nesta semana".


Warren Beatty (esq.) fotografado na gala do Palm Springs International Film Festival Film Award, em janeiro deste ano, e Faye Dunaway (dir), na gala do evento Cinema Against AIDS, em Cannes, em 2016.

Bonnie e Clyde - Uma Rajada de Balas foi considerado um filme controverso para os padrões morais da sociedade estadunidense na época de seu lançamento, em 1967, e celebrado por movimentos de contracultura. O filme lida com temas considerados tabus, traz personagens de sexualidades ambíguas, explora o mundo dos criminosos sem moralismo e tem uma das cenas finais mais sangrentas que o cinema já tinha produzido até então.

No 40ª cerimônia do Oscar, Bonnie e Clyde perdeu a estatueta de melhor filme para No Calor da Noite. Os outros três filmes indicados foram O Fabuloso Doutor Dolittle, A Primeira Noite de um Homem e Adivinhe Quem Vem Para Jantar.

Apontado como uma das primeiras produções da chamada Nova Hollywood, a trama do filme adapta para os cinemas, tomando algumas liberdades criativas, a história do casal de bandidos Bonnie e Clyde, que cruzaram a região central dos Estados Unidos durante a Grande Depressão praticando roubos e matando quem os tentasse impedir.

Beatty já apresentou o prêmio de melhor filme por duas vezes. Em 1975, anunciou a vitória de O Poderoso Chefão II e, em 1990, ao lado de Jack Nicholson, anunciou a vitória de Conduzindo Miss Daisy. Dunaway nunca apresentou o prêmio mais importante numa cerimônia do Oscar.

Indicado em 14 categorias por trabalhos como ator, roteirista, diretor e produtor, Beatty venceu um Oscar competitivo por seu desempenho como diretor do drama Reds (1981). No ano 2000, o ator também conquistou um Oscar honorário, recebendo o Prêmio Memorial Irving G. Thalberg por seus trabalhos como produtor. Dunaway foi indicada ao Oscar de melhor atriz principal três vezes, vencendo a estatueta dourado por sua atuação em Rede de Intrigas (1976).

O cerimônia de entrega de prêmios do Oscar 2017 será realizada na noite do dia 26 de fevereiro, domingo. O apresentador será o comediante Jimmy Kimmel.

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade