0

Em busca da diversidade, Academia de Hollywood convida 683 novos membros

30 jun 2016
03h58
atualizado às 16h30
  • separator
  • 0
  • comentários

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood estendeu um convite para 683 pessoas como novos membros da organização, um número que duplica o do ano passado e que tem como claro objetivo conseguir a diversidade desejada pela entidade há alguns meses.

Dos 683 novos membros, 46% são mulheres e 41% são não-brancos, indicou a entidade em comunicado divulgado na quarta-feira.

Entre os convidados estão os brasileiros Lula Carvalho, Rodolfo Damaggio, Anna Muylaert, entre outros.

Nas palavras de Cheryl Boone Isaacs, presidente da Academia, estes convites se estenderam a nomes "que alcançaram um impacto duradouro sobre o público do cinema em todas partes".

"Esta classe mantém nosso compromisso a longo prazo de acolher talentos extraordinários que trabalham no cinema hoje dia", afirmou Isaacs.

Em janeiro, a Academia anunciou uma série de mudanças com o objetivo de dobrar entre seus membros o número de mulheres e pessoas de diversas raças até o ano de 2020, uma medida com a qual pretende diminuir as críticas pela falta de diversidade nos prêmios do Oscar.

A polêmica explodiu após a divulgação das indicações na última edição do Oscar, que pelo segundo ano consecutivo não figurava nenhum ator negro.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade