0

"O Apartamento", do Irã, leva Oscar de Melhor Filme Estrangeiro

27 fev 2017
00h48
  • separator
  • comentários

O filme iraniano "O Apartamento", cujo diretor Asghar Farhadi não compareceu na cerimônia do Oscar, protestando contra as medidas de imigração do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, conquistou na noite de domingo a estatueta de Melhor Filme Estrangeiro.

"O Apartamento" derrotou "Terra de Minas" (Dinamarca), "Um Homem Chamado Ove" (Suécia), "Toni Erdmann" (Alemanha) e "Tanna" (Austrália).

Representando o cineasta estavam dois iranianos-americanos: a engenheira Anousheh Ansari, conhecida por ser a primeira mulher turista espacial, e Firouz Naderi, ex-diretor dos sistemas de exploração solar na Nasa.

No palco, Anousheh leu um discurso escrito por Asghar Farhadi, que venceu seu segundo Oscar, o primeiro foi em 2011, com "A Separação".

"Lamento não estar com vocês hoje. Minha ausência é por respeito pelas pessoas do meu país e das outras seis nações que foram ofendidas pela lei desumana que proíbe a entrada de imigrantes nos Estados Unidos", afirmou, em nome do diretor.

"Dividir o mundo em categorias de 'nós' e 'nossos inimigos' cria medo", disse, antes de ressaltar que os cineastas têm o poder de apontar suas câmeras para quebrar estereótipos e iluminar qualidades humanas que possam criar "empatia" entre as pessoas de origens diferentes.

"Uma empatia que necessitamos hoje mais que nunca", concluiu.

"O Apartamento" narra a história de um homem que passa de ser alguém amável e atento para um ser violento e machista devido um pequeno incidente.

Farhadi anunciou em janeiro que não participaria da cerimônia de entrega do Oscar, em resposta ao veto decretado pelo presidente Donald Trump, para a entrada de cidadãos do Irã e outros seis países de maioria muçulmana, uma decisão vetada pelos tribunais americanos.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade